Conheça São Miguel dos Milagres no Litoral de Alagoas

Conheça São Miguel dos Milagres no Litoral de Alagoas, um destino que faz parte da Rota Ecológica e da Costa dos Corais um dos locais mais belos do Brasil.

Quando você pensa em viajar para Alagoas qual o destino você tem em mente? Sempre que faço essa pergunta para algum leitor a resposta que recebo é Maragogi, um destino bastante popular e conhecido do povo brasileiro. É fácil ficar preso em destinos conhecidos, encontrar passagens aéreas baratas para destinos famosos é fácil, muitas agências de viagens criam constantemente campanhas e pacotes com bons descontos. Mas nesse artigo vou focar em um destino um pouco menos conhecido e com os preços interessantes para quem quer viajar para o nordeste brasileiro sem cair na mesmice de sempre.

Para quem ainda não ouviu falar, São Miguel dos Milagres é um município do litoral norte de Alagoas, conhecido por suas belas praias, faz parte da famosa Rota Ecológica. Se você procura o que fazer em São Miguel dos Milagres fique esperto, o local possui inúmeros passeios e beleza naturais, visitar tudo leva tempo, reserve pelo menos 10 dias de suas férias para conhecer a região a fundo. O município é repleto de praias incríveis e piscinas naturais que o turista pode se deleitar.

Uma característica positiva de São Miguel dos Milagres e a preservação ambiental. Apesar de estar próximo a locais que são famosos por receberem milhares de turistas todo ao ano, São Miguel dos Milagres preza muita pela preservação ambiental, mantendo ainda muito do seu estilo rústico e preservando as vilas de pescadores e pousadas intactas. Por ser um destino menos conhecido, suas praias estão quase sempre desertas, mesmo possuindo belezas naturais comparáveis a Maragogi.

O que fazer em São Miguel dos Milagres

Uma atividade imperdível para os casais em lua de mel, são as longas caminhadas nas praias semi desertas que o município oferece. Devido o local não estar na rota das agências de viagens, poucos turistas acabam conhecendo o local, toda beleza ficando apenas para os moradores da região. Por isso ao visitar o local não se assuste se tiver uma praia maravilhosa somente para você.

Outra coisa para se fazer na pacata cidade e aproveitar as piscinas naturais que a região oferece. Para se hospedar é bastante simples, a Pousada Praia Bonita está sempre aberta para receber os turistas, obviamente tudo é muito simples (como toda a cidade), não espere luxuosos quartos, o máximo que vai conseguir é um ar-condicionado e um frigobar. Porém essa simplicidade é exatamente o que os visitantes procuram, a pousada fica a apenas 100 metros da praia e sua diária fica em torno de R$ 150,00, com esse preço e a quantidade limitada de pousadas na região, é bom reservar com antecedência sua reserva.

Caminhada Praia do Marceneiro e Praia do Riacho

Uma das atividades para se fazer em São Miguel dos Milagres são as caminhadas, aqui listo duas praias que você pode ir a pé e aproveitar a vista que o caminho vai lhe proporcionar. Além das longas caminhadas, as jangadas e barcos que ficam ancorados nas praias proporcionam ao turista uma aquarela de cores únicas. A caminhada até a Praia do Riacho leva cerca de 30 minutos, um verdadeiro cartão postal.

Você pode continuar sua caminhada até chegar na Praia do Marceneiro e no caminho conferir a Capela dos Milagres e o Bar de Praia.

Aqui vale uma dica importante para todos que viajam para Alagoas, período chuvoso da região é de abril a setembro com aumento significativo de suas intensidades entre junho e agosto, evite esse período.

Piscinas Naturais de São Miguel dos Milagres

Conheça a Chapada dos Veadeiros, o paraíso de Goiás

Um dos pontos altos de sua viagem com certeza será as Piscinas Naturais do município de São Miguel dos Milagres. Uma beleza natural em pé de igualdade com os melhores destinos do mundo. Ao chegar nas praias basta procurar um jangadeiro e solicitar o passeio, o custo médio é de R$ 35,00 por pessoa, mas barato que Maragogi.

Vale lembrar também que o passeio é dependente da tábua das marés, sempre informe-se com seu guia sobre os melhores horários para o passeio. Como regra geral sempre faça o passeio duas horas antes ou depois do ponto de maré mais baixa, isso ajuda a água de dentro das piscinas a se acalmar e ficar transparente novamente. Caso vá em um momento não oportuno, a água pode encontrar-se turva.

Quando estiver fazendo seu passeio de jangada em São Miguel dos Milagres não deixa nenhuma câmera ou equipamento eletrônico no chão da embarcação, pois é comum água entrar ali dentro e molhar seus equipamentos. Outra dica é evitar o período chuvoso, as piscinas naturais ficam turvas com a chuva e você perde um pouco da experiência, porém mesmo com a água mais escura é possível ver os peixes e tirar fotos maravilhosas das piscinas naturais.

Você pode aproveitar esse momento para praticar um mergulho ou mesmo flutuar (snorkeling) pelo local observando os corais e a vida marinha que se exibe graciosamente para você. É importante lembrar que é proibido alimentar os peixes, isso pode causar problemas ambientais, então evite dar algum tipo de comida ou ração.

Conheça a Chapada dos Veadeiros, o paraíso de Goiás

Restaurantes em São Miguel dos Milagres

Não é só de mar que o turismo em São Miguel dos Milagres vive, a gastronomia da região também é rica e os restaurantes são convidativos. Quem deseja um almoço de qualidade pode ir a Porto da Rua no Restaurante do Enildo, lá você vai encontrar uma variedade de frutos do mar além de sobremesas deliciosas. Os preços são bastante convidativos, bem mais barato que Maragogi.

Se você procurar um jantar de qualidade o Restaurante Buda Bistrô é uma excelente pedida. Local simples porém de qualidade, onde o chef recebe todos os clientes pessoalmente e faz o seu melhor para agradar todos os paladares. No local você encontra pratos de todos os preços, mas com R$ 40,00 por pessoa, você consegue uma refeição de alta qualidade.

De posse de todas essas informações São Miguel dos Milagres possivelmente vai entrar na sua lista de destinos preferidos. Obviamente você precisa ter em mente que toda região é bastante simples e a infraestrutura para atender os turistas é menor se comparada com outros destinos populares. Obviamente isso não atrapalha a sua experiência, mas se você é um viajante de alta classe, tenha isso em mente ao conhecer o destino.